terça-feira, outubro 25, 2011


ANTES FÔSSE UM DELÍRIO


Agora falo

em nome do silêncio,

aliás sussurro

pra que ele não nos ouça

e assim permitido,

minha nau segue

entre provérbios

desprevenida...

Com que se paga o amor?

Esvazie-se,

não seja tão dura na queda,

certos objetos fitam augúrios

desde nascença

e terrivelmente assaz

ofertam descansos...


Luciano Fraga

12 comentários:

Adriana Godoy disse...

Antes fosse mesmo...o silêncio e suas nuances!

Ah, querido poeta, seus poemas sempre levam á reflexão. Bonito, Beijo

Ana Lago disse...

Más uma só palavra...poderia mudar tudo,
mais o orgulho faz com que permaneça o silêncio.

Sempre,


Ana.

Luciano Fraga disse...

Adriana minha querida poeta, o silêncio tem seus sons, seus dons e segredos e também teu o porta voz, beijo.

Luciano Fraga disse...

Ana, não só uma palavra,um grito também salva,entretanto ambos também afastam...

MIRZE disse...

LINDO POEMA!

Ai Luciano! Entendo do silêncio e silenciar-se. Mas nada entendo de amor.

Sua nau vai achar o caminho.

Beijos, poeta!

Mirze

Ana Lago disse...

Então... Sr. Luciano,o que recomenda
para despertar o silêncio?
O que o Sr. me diz de uma atitude?
Na verdade, o que vale mais são as "atitudes" com belo amor e vigoroso e não nesse "chove e não molha"ou então O DITADO POPULAR,nem "fode e nem sai de cima".ah!!

PS: é só pra recordar.

Luciano Fraga disse...

Mirse amiga, espero que este barco encontre o seu norte silenciosamente. O caminhos do amor são mesmo tortuosos, indecifráveis... beijo.

Luciano Fraga disse...

Ana, não recomendo nada, não sou mago, não emito receitas, cada um decide seus caminhos, suas escolhas, com remédios de farmácia ou receitas caseiras...

Braga e Poesia disse...

amar somente o seu oposto, amar somente a possibilidade de trair. amar é uma merda.

Ana Lago disse...

(rs) ah! não precisa ficar assim...tão amargo,apenas um comentário...nada mais.(rs)

Luciano Fraga disse...

Braga, como diria o velho Dylan: "um homem é um sucesso se pula da cama de manhã e vai dormir a noite e, nesse meio tempo, só fez o que gosta", é assim com o tal do amor,o resto diferente do que gostamos vira merda mesmo, abraço.

guru martins disse...

"...a verdadeira loucura não atira pedras..."

essa
é ótima!!

qal abç