quinta-feira, agosto 27, 2009

QUANDO TUDO COINCIDE COM ADEUS

Francis Bacon, Study for the Head of a Screaming Pope, 1952



É o anti ser
que clama.
Sua graça espontânea
é um pesar experimental
que desvanece minguante...
Coleciono defeitos,
desdenho ideais
sacados de cartolas.
O meu ser em chamas
tem sua meia noite
e a sua fome
é uma cinza lograda
na forma de homem abstrato
com nome impróprio
que ingere promessas
de cicuta como talismã...
A morte é o meu fermento
e a sua sombra é áscua...


Luciano Fraga

42 comentários:

Ana disse...

Tenho sido, nesta vida uma buscadoura de minha Luz, por isso tenho encontrado nesta caminhada mais sombras internas do que a minha tão esperada Luz...Acredito que a maioria de nós sabe oque é ser solitario.Quando , nem o passado e nem o futuro tem sentido, quando a uma completa necessidade de isolamento, ou mesmo que esteja ao lado de alguem ,um amigo , amante , seja quem for , essa onda passa por você subitamente essa sençasão increvel de vazio , um abismo , um vacuo ! É isso air , e nada maais ... abraços Luciano , é isso que eu sinto do seu poema !

Ana disse...

O agora é tudo que temos , e oqê somos. Que tal agora? Volte para o unico tempo que realmente vale apena ser vivido! O mundo vai girando cada vez mais veloz ... agente espera do mundo e o mundo espera de nós. será que o tempo falta pra lhe perceber? será que temos esse tempo para perder ? a vida é tão Rara !!!!
Nuncα deixe que α sαudαde do pαssαdo
e o medo do futuro estrαguem α belezα
de hojee, poois hα diαs que vαlem um
momento, e hα momentos que vαlem por
todα α vidα!
ideαl seriα se todos soubessem αmαr o quαnto sαbem fingir !!
Muitαα coisαα αindα estαα por vir.. muitαα coisαα αindα vαi mudααr ! ;)
Amαdurecemos α pαrtir do diα que rimos de αlgo que já nos fez chorαr ... é isso que eu sinto e não apague , abraços sempre Ana Lago

Ana disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
pianistaboxeador21 disse...

Pois é cara. Acho que a Ana aí em cima já falou tudo. Belíssima ilustração. Um texto hermético que faz a gente imaginar mil possibilidades de leitura. Seria pq o texto é pessoal ao extremo?
Nem precisa responder.
Abraço.

Zana Sampaio disse...

"A morte é o meu fermento e a sua sombra é áscua" e a minha alma se perde em deletérios surdos...bravo poeta. Lindo poema!

Vinícius Paes disse...

Como sempre encontro aqui poemas grandiosos, como esse. Admiro tua escrita.

um abraço.

Luciano Fraga disse...

Ana, é isso mesmo, a luz desponta quando conseguimos sorrir daquilo que nos fez chorar e o meu texto é um reflexo do abismo e do vazio existencial que vivemos , os dias tem sido chuvosos,nada é para sempre, nem mesmo o inverno, abraço.

Luciano Fraga disse...

Daniel, penso que diz respeito a todos nós e nossas perigrinações por um leque de fatos aterradores,você sabe cara e escreve muito sobre,grande abraço amigo.

Luciano Fraga disse...

Zana,muitas vezes é preciso vagar por lá,um diamante pode está por baixo da sujeira...abraço.

Luciano Fraga disse...

Vinicius, deixa-me alegre, muito obrigado, abraço.

Adriana Godoy disse...

"Coleciono defeitos,
desdenho ideais", Luciano, um poema tão denso e com tantas nuances que tive que ler algumas vezes para tentar captar sua essência. E nem sei se consegui. Mas bate forte como a cicuta, e a morte ronda. Buscar a morte é um ideal? Vou ler de novo. Beijo.

anjobaldio disse...

Buenas, segundo César: "de arrombar!"
Quando eu crescer quero ser o Francis Bacon. Grande abraço.

Luciano Fraga disse...

Adriana,a vida nos faz perceber sobre um fio de navalha com a morte em nosso colo sendo acalentada, aliás ela sempre esteve em nossas mãos, queimando.Beijo minha predileta poeta.

Luciano Fraga disse...

Buenas, Ave Cesar! Você já é um artista grandioso, abraço.

biazinha disse...

Quando se trilha pelas laterais esse é o caminho reto e a surpresa é sempre um pesar.
Tu sempre desfilas uma galeria de sentimentos que o ser oculta até de si mesmo.
É sempre surpreendente vi aqui e ver tão bem desenhado o fundo do poço.
sinto orgulho de ti.
Beijo grande, meu vate do underground.:P

biazinha disse...

EERATA: É sempre surpreendente vir aqui e ver tão bem desenhado o fundo do poço.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Essa fermentação da morte é que faz uma vida criar gosto. Lindo!

Luciano, você é um querido!

Noite de luz.

Rebeca

-

Mirse Maria disse...

Belíssimo!


Esse é dos meus! Também ando precisando de cicuta.

Mas a espera, é a agonia dos que sofrem.

Adorei, Luciano!

Beijos

Mirse

Luciano Fraga disse...

Biazinha,como diz o poeta A.F.Filho:" a sombra foi a primeira máquina no começo do tempo- livre invenção da natureza.Ali está o negro corpo, tim-tim por tim-tim chapado, na parede, no chão da terra..." E ela nos persegue, algumas estão escondidas e algumas vezes resolvem desfilar.Beijo idolotradamete recíproco.

Luciano Fraga disse...

Rebeca e Jotacê,a presença de ambos neste espaço é uma mistura de luz e da mais pura beleza, beijo no coração, paz!

Luciano Fraga disse...

Mirse, o mundo tem tomado um rumo realmente assustador e certamente nossa saída está em injetarmos doses de poesia nas veias para aliviarmos esta "agonia", obrigado, muita paz, abraço.

BAR DO BARDO disse...

"promessas de cicuta"

isso é muito bom, luciano

uma boa realização...

Devir disse...

Assustador!!!
Easy Rider, para elogiar Bacon!!!
Impedir que se sinta até saudade.

Fazer como fiz
na cerimônia de meu pai
onde gastavam contados
para comprar flores liquidadas
onde até eu(!) estive
mas joguei a terra
com muita força mesmo
sobre as caras deles
e principalmente sobre as flores
oportunistas
e que ninguém duvide
de meu amor
as flores permanecem
belas e radiantes para meu paladar
e eles se multiplicam
feito ratos
isso é a gloriosa vida
que proclamo a tempo

Marcia Barbieri disse...

"A morte é o meu fermento"mesmo que o poema tivesse apenas esse verso,já seria divino,vc.acerta sempre.E adoro Francis Bacon.

beijos ternos

Braga e Poesia disse...

a morte é o meu fermento


fraga é preciso ser poeta para saber disso.
leia o meu novo texto.
e digo logo é desagradavel

Texto-Al disse...

intenso;)

Ruela disse...

Consegue ser simultaneamente perturbante e aterradoramente belo tal como a pintura de Bacon.


Abraço.

Anita Mendes disse...

venho aqui para me deliciar e libertar meus demônios!
mas uma bela obra amigo,lu.
ps: ai que bom estar de volta(rs)!
beijos e mais beijos pra ti.
Anita

Luciano Fraga disse...

Amigo Bardo, promessas são dívidas, mas não vamos ao extremo, abraço.

Luciano Fraga disse...

Caro amigo Devir,"Palavra e som são meus caminhos pra ser livre,
e eu sigo, sim.
Faço o destino com o suor de minha mão.
Bebi, conversei com os amigos ao redor de minha mesa
e não deixei meu cigarro se apagar pela tristeza.
- Sempre é dia de ironia no meu coração".Concordo com você, os ratos multiplicam-se assustadoramente,assim é melhor jogar o "leite mal(terra) na cara dos caretas" e dos hipócritas,forte abraço.

Luciano Fraga disse...

Devir, PS. Errata, "leite mau".

Luciano Fraga disse...

Braga,como diz o pessoal dos Titãs," o sol não causa mais espanto, a morte não causa mais espanto, miséria é miséria em qualquer canto".Vou ler sim, sei que sairá verdades e muitas vezes estas são desagradáveis para alguns que adoram falsos discursos, abraço.

Luciano Fraga disse...

Texto-All,agradeço textualmente sua nobre presença, abraço.

Luciano Fraga disse...

Caro amigo Ruela, a arte de uma forma geral carrega essa força, esse poder, por isso é contagiante, você bem que sabe, abração mestre.

Luciano Fraga disse...

Anita, eu também adorei sua volta.Quanto aos demônios:encare-os e depois liberte-os.Beijo querida.

tania não desista disse...

uau,luciano! um dança de palavras.
uma variante de caminhos.
e o último capítulo de todos!
altos e baixos...mergulhos e vôos.
" a gente tem de querer ser feliz!"
se o mundo "às vezes não sorri" quem sabe, tentando mudar as atitudes!..um novo modo de se lançar na vida...
belas palavras,num tom de melancolia e sinceridades...abraços
taniamariza

Luciano Fraga disse...

Tania,todos caminhos que nos apontem ou mesmo nos conduzam uma saída para nossos impasses existenciais, devem ser usados e não devem ser esgotados jamais, suas palavras são mais que incentivadoras, grande abraço, obrigado, estou ligado.

Anônimo disse...

Chico vermelho nutricionista disse:
Por acaso Francis Bacon seria primo de Antony Bacon (Tonho tocinho)?????????

Luciano Fraga disse...

Caro amigo Chico, gostei dessa, principalmente pela amistosidade e pelo senso de humor,"corre" a faca para saber(rs),abraço.

Devir disse...

Não tínhamos direito e assim
mostramos que ainda existe a face
estrangulada pelo sistema, este
que se cobriu de demagogia.
Voce assistiu ao filme:
Voce Quer Ser Milionário? É de foder qualquer alegria, até certa parte tornei-me lágrimas e vômitos, mas então, que legal, o diretor mostrou um outro ponto de vista para 'apreciar' uma onda, uma moda e uma
boa alienação: O amor para sempre!

Eu sei que aquele asco pela injustiça social fica
bem guardado.

É quando Nina Simone machuca, Ana.
Gostei muito sinceramente e senti
o seu comentário. Um abraço.

Como quis e quero tomar um porre
(literal) junto ao Braga&poesia!

Tania, adoço as palavras do Luciano

Luciano, estou mais para The Waal

Abraço

bem guardado

Luciano Fraga disse...

Amigo Devir,sei que cometo meus equívocos(e quem não os comete, não é mesmo?), mas tenha total certeza,em todos os meus comentários busco sempre o respeito e a sinceridade com os amigos,assim fiquei muito alegre em saber sua opinião, forte abraço.

guru martins disse...

veloz
denso
empapado
de imagens...

aquele abraço