sábado, agosto 20, 2011


INCENDIADO

Ex viciado ex-comungado

ex quase nada

ex quase namorada

ex fora da jogada

ex vida de casada

ex tudo:

ex pacifica-dor

ex combatente de guerra

ex dependente

extasiado.

Ex vaziado de mim...

Eis enfim

Eu;

fora de mim...

Bombardeado!


Luciano Fraga

20 comentários:

Ana Lago disse...

Olá Luciano,
É necessário abrir os olhos e perceber quais as coisas boas estão
dentro de nós.
Onde os sentimentos não precisam de
"motivos",muito menos desejos de razão,o importante é aproveitar o momento e aprender sua duração.
"Pois,a vida está nos olhos de quem
sabe ver".


PS: Amei essa imagem...pegando fogo em?(rs) mais há água por perto.

Sempre,


Ana.

MIRZE disse...

Luciano, amigo e poeta!

Sempre que nos livramos de algo, eis que de repente explode outra coisa.
Será a vida assim tão inovadora em pulsos?

Beijos


Mirze

Luciano Fraga disse...

Mirse amiga, as "coisas" estão sempre chegando, indo e vindo, "tudo segue, segue sem parar, nada se colapsa..." não precisamos desta forma temer a fusão, a evaporação, nem a abdicação... Grande abraço.

Luciano Fraga disse...

Ana, todas as coisas devem fluir com naturalidade, como o fogo que arde e queima os olhos de quem quer ou não vê-lo. Abraço.

Braga e Poesia disse...

a cada dia somos ex de alguma coisa até sermos ex da propria vida.
abraços

Luciano Fraga disse...

Braga, somos uma fábrica, as vezes queremos nos limitar ao que apenas somos, mas isso nunca nos bastará, até que a vida nos leve, leve... abraço.

Zinaldo Velame disse...

Belas palavras, Luciano! Precisamos de um encontro. Abraço!

Luciano Fraga disse...

Zina, saudades. Precisamos mesmo, a última vez fui às pressas(pra variar) e encontrei rápidamente com Nelson.Temos algo a combinar. Abração.

Adriana Godoy disse...

Como diz um amigo meu "ex- permatozoide."

Um expurgo catártico incendiário da melhor categoria.

Gosto disso, bate forte.

beijo

Luciano Fraga disse...

Querida Adriana, e você: Extraordinária. Apesar do fogo e das aventuras, tudo no fundo foi numa " aurora de breu" sem arrependimentos, beijo.

On The Rocks. disse...

"aos empurrões, com má vontade".

foi assim que retornei a salvador - rs

d. luchiano, eu já superei o lance do vestibular. bola pra frente.

abs

Luciano Fraga disse...

Buenas, sei como é isso, retornar a certos ambientes, bate aquele vazio indescritível. Vamos em frente, deixa que o fogo resolve, abraço.

marcio mc disse...

Um poema belo, e a imagem muito peculiar e maravilhosa.

bat_thrash disse...

Luciano sempre me tirando o fôlego!
Saudades desse meu amigo retado!
Beijos.

Denise disse...

desabotoar os punhais do indefinido juízo...

O meu(juízo)anda mais que indefinido, forte poema Luciano.

Abraço,

Denise

guru martins disse...

...ainda assim
serás bem vindo!!!

aql abç...

Luciano Fraga disse...

Bat,tudo no seu tempo, nem fale em saudades, recordações, diríamos, abração.

Luciano Fraga disse...

Márcio,esse fogo é uma rotina em nossas vidas, cansativo até!Abraço.

Luciano Fraga disse...

Denise amiga, e o pior que o nosso juizo é o nosso juiz... abraço.

Luciano Fraga disse...

Guru amigo, sendo assim irei!Abração.