segunda-feira, fevereiro 28, 2011

EDUARDO GALEANO

Eduardo Galeano- aurtor de As veisas abertas da América Latina, Dias e noites de amor e guerra, entre outros.


TEOLOGIA/2
O deus dos cristãos,Deus da minha infância, não faz amor. Talvez o único deus que nunca fez amor, entre todos os deuses de todas as religiões da história humana. Cada vez que penso nisso, sinto pena dele. E então o perdôo por ter sido meu superpai castigador, chefe de polícia do universo, e penso que afinal Deus também foi meu amigo naqueles velhos tempos, quando eu acreditava Nele e acreditava que Ele acreditava em mim. Então preparo a orelha, na hora dos rumores mágicos, entre o pôr- do- sol e o nascer subir da noite,e acho que escuto suas melancólicas confidências.


Eduardo Galeano-extraído de: O livro dos abraços.

3 comentários:

Mirze Souza disse...

Luciano!

Que bom trazer Eduardo Galeano.
A vis]ao que ele diz do amor que Deus não fez nem exemplificou, é o amor através do sexo. Todas as outras formas de amor estão presente a partir de Jesus.

Assim penso.

Beijos, poeta!

Mirze

Luciano Fraga disse...

Mirse amiga, Galeano é um grande escritor e pensador,assim nos leva a viajar, pensar, refletir. O amor é amplidão em todas as suas formas de natureza e manifestação , é o próprio deus em nós, não aquele...Abração.

Devir antes dos nomes disse...

Dos sonos dos poetas

Das diferenças inúteis as diferenças
Úteis sofre, definha
Dá fim na própria linha
No próprio traço, leito
De rio secado, represado
O passado que espelha
Essa grandeza afora, agora



gotas a se espalmar na lata.

§

Porra, precisamos ser sinceros, tenho muita saudade, das solas que me pisaram, a mais descalça foi a sua; e esta não é uma declaração universal dos direitos ao sexo, nem mesmo uma intimidação a mais pelo ressarcimento aos prejudicados no amor, "viu?!!", rs

Tudo bem, Luciano?