domingo, abril 11, 2010

A POESIA DE RONALDO BRAGA

Natureza-Ruela-2010

Deixe sorrir a dor na sua vitória
não humilhe o fraco da vez
mande flores
e sustente a força
na suavidade do amanhecer.
Talvez a dor seja apenas um presságio
e a serenidade
a resposta dos jardins.
Cante a luta na certeza do golpe
e seja no amor
o guerreiro impiedoso.
Mas antes da noite
prepare o leito duro
não durma nos sonhos alheios,
mas perceba nos pesadelos
o entorpecido eu,
que cansado e em fuga,
desmorona em seus planos
e então medo,
inveja e impotência
reinam por toda a sua alma doída.
Plante voôs altos em seus passos de ferro
e deixe aos olhos a eternidade do amanhã.





Ronaldo Braga

7 comentários:

Ana disse...

Olá Luciano,

Lamentavelmente o sofrimento nos causa muita dor,mais tambem nos
faz crescer.
A vida as vezes se torna difícil,
as pessoas agem com acidez.
Mas não há mais encantadora aqui
na terra do que "VIVER".
Olha um pouco acima,lá distante,há caminhos e oportunidades.

Belo poema Sr Ronaldo Braga,


Abçs

Até mais..


Ana Lag.

Mai disse...

Endurecer e não perder a ternura. No repente da vida, a dor, pode vir no bocejo das manhãs e o amanhã será eterno novamente.
bjos

Braga e Poesia disse...

obrigado fraga pelo espaço.

Ana disse...

linda a poesia de Braga!
ps: lu ,saudades tuas... beijos

tania não desista disse...

linda poesi,ronaldo!...cheinha de riquezas.belos sentimentos,emoções!
generosidade...serenidade...pés no chão..fragilidades,otimismo...são alguns!
bela escolha luciano!...você é daqueles...homenageia...de coração!
bjos nos dois
taniamariza

Adriana Godoy disse...

Belo poema...intenso, visceral! Parabéns ao Braga e ao Fraga! Beijo

guru martins disse...

...enfim
diga um verso
bem bonito
e vá se embora...

aquele abraço