domingo, abril 22, 2007

A partir da esquerda, Luciano Fraga, Valdique Medina, Giordano Diniz e o artista plástico Nelson M. Filho numa noite de cachorro perdido.


“ O meu silencio é uma singela oração a minha santa de fé...”

Mateus Aleluia

O sol prostrou-se
diante do fraco
queimando sua pele de plástico.
Imóvel e pálido
ele bebe sua coca-cola
o gelo da bebida
resfria mais ainda sua alma
a sua fraqueza envelhece seus ossos.
A sua lerdeza enriquece a televisão
até quando
essa raça de miseráveis
dominará o planeta?
Até quando
o planeta aguentará
essa prostituição globalizada?

O inferno arde em gozo
esperando o planalto central
voltar de suas férias macabras.

Giordano Diniz

Um comentário:

ronaldo braga disse...

a pergunta é:
até quando nós os nobres vamos permitir que essa gentalha pense estar no poder?