domingo, abril 22, 2007

Novo CD de Zinaldo Velame

Capa, arte de Nelson M. Filho.


ALGO MAIS zinaldeando "nada além de uma ilusão", seria embrenhar-mos
numa nau à deriva no rastro-mar que jorra abundantemente do corpo azul da
amada lindas canções sob uma pálida lua que teimosamente alumia um vôo
obscuro na estranha ladeira das pagãs. Algo mais além de corpos ardendo
embalariam blues e boleros recheados de rock e xotes nas mesmas noites
cruzalmenses em que cuidar do seu bem, aliviaria a dor da mediocridade cotidiana.
Fados do além-rastro-lusitano, como os marinheiros de páscoa acompanhados
pelo bandolim do mestre Robertinho Lago, singrariam barcos embriagados em algo
mais além dessa nossa nova música bahiana.

Nelson Magalhães Filho
Poeta, Artista Plástico, Professor da UFBA

Um comentário:

ronaldo braga disse...

e cruz das almas viu nascer mais uma estrela maldita, mais um anjo desterrado, mais um grito do amor e silencioso, cruz das almas viu e não viu porque cruz das almas nada quer ver.
mas verso e perverso seja do mundo pois há muitas cruzes além das almas.