segunda-feira, janeiro 26, 2009

A POESIA DE RONALDO BRAGA
SORRISO DE ALUGUEL



Como em um possesso jogo desesperado
almas sofridas desfilam
poses
em um interminável carnaval de derrotados.
E os poetas da paz
beijam os anjos em noites de lua preta
e
assassinam a vida em seus belos versos corrompidos.
É um tempo de mentiras,
de vidas interditas,
e de poetas que soluçam sorrisos de aluguel
e insistem
nos fluxos invernosos que extrapolam os verões e calam os beijos.
E é um tempo de verdades
pois sei,
no olhar dos amantes a palavra recorta o murmurar
e desafia o cantar surdo
numa canção aos corações soturnos e delicados.
Ronaldo Braga



(Hoje escrevo para acalmar as minhas inquietudes e encontrar um lugar nas invisibilidades para as minhas incertezas. Acredito que a arte tenha o papel não de transformar, mas antes o de consolidar encontros e, exatamente como o Deus Grego Dionisius, trazer a desmedida para o confronto e para que o homem possa desfrutar do prazer e viver no dia-a-dia as delícias do mundo dos sonhos e, ao mesmo tempo, se acreditar infindo, pois nada é mais eterno que os momentos de prazer. Faço teatro, leciono e vou acordando noites nos jardins bêbados e beijando os ratos nos esgotos da vida)

18 comentários:

Adriana Costa disse...

Salve a arte, a arte nos salva!
Beijinhos @}---

Adriana disse...

Um poema arrebatador, profundo. Gostei.

pianistaboxeador21 disse...

Muito bom! E aí está a arte.
Abraço,
Daniel

Braga e Poesia disse...

que honra ler um poema de minha autoria no versoseperversos.
luciano muito obrigado

Cosmunicando disse...

belo poema, tempo de mentiras e verdades... é a arte, tão necessária.
abraços

Luciano Fraga disse...

Adriana Costa, (agora são duas, com certeza absoluta a arte libera. Obrigado,abraço.

Luciano Fraga disse...

Adriana,Ronaldo é um grande artista, ator, poeta, abração.

Luciano Fraga disse...

Braga, o espaço é todo seu, sempre cativo, abraço.

Luciano Fraga disse...

Daniel, na pura essência, abração.

Luciano Fraga disse...

Cosmunicando, para nossa tristeza este é o nosso tempo, dissimulado, abraço.

Carla disse...

assim são as palavras...mágicas na sua essência
beijos

Marcia Barbieri disse...

Maravilhoso esse poema do Ronaldo,eu já tinha lido,mas foi um prazer relê-lo.

beijos ternos

' Rôh disse...

Nossa! Que bonito isso, e a poesia triste me apetece!
Parabéns pelo blog...
ah!!! Não sei de que estado vc é, mas... Seu livro é vendido no nordeste?

Um abraço, meu caro.


Roh

Luciano Fraga disse...

Rôh,"triste Bahia, oh quando é semelhante".Sim vendo através do email- caminho_1@hotmail.com Obrigado pela visita, abraço.

Ca:mila disse...

gostei de ler uma parte do ronaldo aqui! belo poema!


abraços, fraga!

Luciano Fraga disse...

Márcia,gosto da escrita do Ronaldo, sempre fatídico, abraço.

Luciano Fraga disse...

Camila, sempre de peso sua opinião, concordo, grande Ronaldo, abraço.

Diego Pinheiro: disse...

Realidade artística... e em verdade triste!
Gosto da verdade que passa em suas palavras e em sua escrita, professor, ator e diretor Braga!