terça-feira, dezembro 09, 2008





A MÚSICA DA VIDA

Para os que estão afastados e sós...



Acorde,
a sinfonia da natureza
é regida por três acordes:
a presença, a ausência
e as perdas...
As presenças são sentidas,
as ausências são supridas
e as perdas são curadas?
É assim que a banda toca
sem dó,
sob a regência do maestro
da tristeza...




Luciano Fraga

17 comentários:

Braga e Poesia disse...

muita gente pensa no eu e o eu é idiota acha que tudo vem dele.
o eu é idiota pois ele pensa que existe logo pensa.
um bom recado para quem sabe prestar atenção.
fraga o poeta não conhece o eu, mas desbanca o tu e vive na imanencia do personagem sentir o nada e vivenciar a vida.
poetar é desdobrar a dobra do viver.

Ca:mila disse...

muito bom, luciano!

não sei se as perdas são curadas, acho que elas habitam pontos invisíveis. estão sempre a espera de um espaço vazio.

abraços

pianistaboxeador21 disse...

E esse maestro não tem mesmo dó e nem piedade.

Muito bom

Abração,

Daniel

Branca disse...

Lindo demais seu espaço...
adoro poesias.

Voltarei mais vezes,

Branca.

Adriana disse...

E a gente vai por essa vida, ainda bem, que nem sempre sob a regência do maestro tristeza. Belo poema. Beijo.

Guru Martins disse...

...Pô!!
maneiríssima...

amplexo

Luciano Fraga disse...

Guru, obrigado cara, abraço.

Luciano Fraga disse...

Pois é Camila, como dizia o velho Buk, "o que seria dos poetas sem a tristeza?", obrigado, abraço.

Luciano Fraga disse...

Grande Daniel, obrigado, abração.

Luciano Fraga disse...

Adriana, ainda bem,obrigado, abraço.

Luciano Fraga disse...

Branca, obrigado pela visita, abraço.

Luciano Fraga disse...

Braga,será que precisamos nos reinventar???Abraço.

bat_trash disse...

Ainda que haja alegria, perdas são inerentes e quiçá irreversíveis.
Se há esperança não havemos de engrossar o coral dessa sinfonia.

Bat Kiss.

Marcia Barbieri disse...

A banda realmente não tem piedade. Mas prosseguimos...


beijos ternos

Luciano Fraga disse...

Bat_,concordo, nossa poesia por si, já é um alento,um grito de esperança, beijo.

Luciano Fraga disse...

Márcia, vamos em frente sim.Beijo fraterno.

Zinaldo Velame disse...

Adorei esta poesia e tomei a ousadia de colocar alguns acordes nela. Precisamos nos encontrar para eu te mostrar. Estava escutando Ednardo e me inspirei, ficou a cara dele. Quando vier, me dá um toque. Abraço, Poeta!