quarta-feira, novembro 19, 2008

A POESIA DO MEU AMIGO TARCÍSIO "BUENAS"


Poema de fim de tarde de um dia ensolarado
Para ler ao som de Nick Cave - Into my arms.

penso nela todos os dias
fico pensando em sua visita
imaginando coisas prováveis de acontecer...
tenho medo de machucar a mim e a você,
então penso somente nas coisas boas
aquelas trocas de idéias pela calçada à beira mar
em um fim de tarde de um dia ensolarado
não gosto do sol!
desta vez não percebi seu brilho batendo em minha testa
sem filtro solar
nada parecia incomodar-me naquele momento
nem aquele idiota dando-me a notícia que meu time
havia perdido de goleada para o time da mulher dele
você parece tão leve
foi me conquistando aos poucos...
disse-me que havia saído do estágio
respirei fundo e perguntei: "então você vem mesmo?"
"não sei ainda", ela disse
fico imaginando de novo sua vinda...
bebendo sua bebida quente preferida
- para acalorar a alma e distrair o frio -
enquanto ela anda pela rua estrela solitária
à procura de cigarros
em botequins fétidos de um bairro cercado de
vizinhos velhos e ranzinzas
apresso os passos e chego há tempo
sua caipirinha está pronta
ela parece sentir-se bem com minha presença
- mazzy star vem na contra-mão com a bela
hope sandoval sussurrando bem baixinho seus
melancólicos versos de amor -
disse-me que não é fotogênica
com um rostinho tão lindo, como não?
sobrancelhas carregadas
lábios doces e delicados
revelou-me não ter paixões
"aliás, sim
sim"
parecia com medo de revelar-me algo
quero publicar seu nome
"não,
por enquanto
prefiro ficar no anonimato"
adorei o "por enquanto".
Tarcísio Santana

9 comentários:

Adriana disse...

Legal esse mpooema, já comentei no bçog dele. É isso.

Adriana disse...

Nossa, escrevi tudo errado!! Foi mal!

Luciano Fraga disse...

Coisa de poeta, escrever torto por linhas tortas, tudo certo, abraço.

Marcia Barbieri disse...

Muito bom o poema,espero que ele continue,ou melhor,continuará,essas coisas nos perseguem.
Admirosua disposição em divulgar os amigos.

beijos ternos

On The Rocks disse...

d. luchiano,

muito obrigado pela divulgação. fiz este poema com muito carinho e dedicação.
outros virão.

abs

buenas!

p.s: foi lá no la verga?

bat_trash disse...

Idiossincrasias da paixão.

Belo poema!

Bat Kiss.

Luciano Fraga disse...

Márcia, fazer poesia já é por si, um penar solitário, então temos que reforçar os elos desta corrente para nos mantermos vivos, as portas estarão sempre abertas,obrigado, beijo.

Luciano Fraga disse...

Buenas, aguardamos muito mais, dentro de você tem muito de poesia presa e versos são vícios, abraço.
Não fui ao la verga.

Luciano Fraga disse...

Bat_ trash, paixão é fogo... Beijo.