terça-feira, setembro 30, 2008



NÃO ACEITO SEUS CONSELHOS
(
diálogo com um retrato pessoal)



Imagens de mil novecentos
e sessenta e nove
em ação.
Trago em meu peito
a caixa preta de um avião,
um zoom subtropicalista
numa atitude faminta
e coloquial,
uma danação feminista
besta criada
( aliás de besta não tem nada)
presa num quintal
provinciano
agasalhado no sovaco
de um corcovado boçal.
E aí, rapaz,
se sou sub, sub do sub
ou coisa e tal,
que diferença faz?
Tenho andado armado,
vai encarar?
Disse isto na cara
de minha fotografia 3x4
que amarelou...


Para o amigo Ronaldo Braga que também viveu neste período.


Luciano Fraga

11 comentários:

mariazinha disse...

em 1969 nasci eu... que também dialogo com meus retratos de menina. (quisera eu que saíssem assim, brilhantes, em forma de poesia, como os teus...)

beijo*

marcio mc disse...

Os retratos amarelam mas as marcas continuam.Valeu Luciano.

Braga e Poesia disse...

10 anos era a idade e
a mente trinta,
tudo queria,
primeiro matar o inimigo e
beijar a donzela
ouvir os gritos de apoio,
depois galopar pelo mundo
salvando os fracos
e as mulheres.
1969 assim era a minha mente.
é luciano a fotografia nada cobra
mas quando a olhamos em nós
sabemos
que tudo nem começou.

anjobaldio disse...

Bons tempos.

Luciano Fraga disse...

Braga, justamente isso que aconteceu e acontece, tudo vem à tona, abraço.

Luciano Fraga disse...

Mariazinha,no fundo sempre conseguiremos dizer algo para nós mesmos,conversando com nossas fotografias que representam certas fases de nossas vidas, obrigado, beijo.

Luciano Fraga disse...

Márcio, isto mesmo, obrigado, abraço.

Luciano Fraga disse...

Buenas, bons tempos com algumas ressalvas...Abraço.

Marcia Barbieri disse...

Muito bom reencontrar com nossos eus,ou não!!!

beijos

Luciano Fraga disse...

Márcia, concordo plenamente.Tem notícias de Biazinha? Beijo..

pianistaboxeador21 disse...

E só podia amarelar mesmo diante de tal encarada.
Musical e forte.

Abraço,

Daniel