domingo, dezembro 09, 2007

Dedicado ao Artista: Ruela

Ruela
Artista plástico Neo - Artes
Para ver completo visite: http://neoartes.blogspot.com/



GUATAMA



O mergulho noturno
é imperdível!
Quando os pólipos de corais
abrem-se
meus monstros marinhos
abandonam suas tocas
e avançam em bandos,
dando o ar da sua graça,
poluindo minhas ondas
com feixes de cogumelos
venenosos...
O momento é único!
Meu cérebro torna-se minado
por hordas de caramujos
e tropas de marujos
que submergem
de inquietantes
batalhas em miniaturas
no ventre do meu oceano...
A felicidade extermina
quem veste desta rubra mortalha.
Um violino sublima
e toca bem fino
durante a peleja
de vida e morte
contemporânea...
No seio da noite,
Sidarta
repousa sereno
e pacífica-mente
no meu Atlântico
em fúria...
O mundo é Mente!

Luciano Fraga




4 comentários:

Ruela disse...

Excelente...agora já não sei se a imagem está à altura das palavras.
Muito mas muito bom.
obrigado.
um forte abraço.

ronaldo braga disse...

o mundo é mente, o mundomenteomundoémentira.
um texto que remete há uma tarde,
uma tarde onde sombra e ar fresco vivem com o cheiro da morte, onde a beleza das flores,destaca as dores,exalando na carne, no corpo todas as intenções dos oprimidos desejos.no corpo encontramos a nossa história. clama o texto por todos os poros.
ruela seu trabalho eu fala depois..

anjobaldio disse...

Buemas,grande poema para um artista fantástico que é o Ruela.

Chris McManaman disse...

http://gembaoilsands.blogspot.com/